quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

FELIZ 2011



Irei começar 2011 julgando em dois locais, de entre outros, onde me sinto bem e adoro julgar.Rio de Janeiro e Lima, Peru.Desta vez se Deus quiser com a companhia da minha filha Marta.O agility sempre foi algo de nós os dois, uma coisa á parte do resto da familia e ultimamente não estavamos a conseguir estar juntos nas provas por vários motivos.O principal os estudos da Marta.Agora ultimo ano de faculdade por certo essa união ainda vai ser mais dificil, então vamos aproveitar estas duas viagens já em Janeiro.Será por certo uma boa maneira de começar o ano, que espero traga muitas coisas boas para mim e minha familia
Um brinde a todos vocês meus familares, amigos e amigas,que 2011 seja um ano de muitos sucessos para todos nós.

Bj
Artur Pires

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

BOAS FESTAS



Queria poder abraçar todos os familiares, amigos e amigas neste Natal. Dizer-lhes quanto especiais são e como sou grato de fazerem parte da minha vida.Mas as distancias são por vezes tão grandes.Assim enviei uma carta ao Pai Natal , versão Portuguesa, pois é o único que consegue visitar todas as casas do mundo em uma noite.
Nela peço que em casa dos meus familiares e amigos lhes deixe paz, saúde, alegria e muitos sucessos para 2011 e claro um grande beijo ou abraço, conforme o caso deste vosso familiar ou amigo.

Beijos
Artur Pires

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Todos diferentes mas tão iguais



Esta foto tem um significado muito especial, pois foi tirada durante o meu centésimo julgamento na Argentina.Quando julgo já é próprio de mim ficar bem atento,centrado, alguns até dizendo com cara de mau, ahaha, mas aí para além da atenção muitas, muitas coisas mais estavam passando em minha mente.Como tudo começou, o percurso até ali,lugares, países, pessoas.Hoje vejo o agility um pouco diferente de uns anos atrás e talvez por isso possa escrever sem margem de erro estas linhas.Em todos os locais, países, por onde passei e se pratica o agility, existem, grupos, diferenças e no entanto me parece que estou sempre no mesmo lugar e os problemas, se isso se pode chamar , são sempre os mesmos.Que levará então as pessoas a por vezes perderem amizades em prol de algo onde ninguém lucra nada, materialmente falando, antes pelo contrário?Poder? Não acredito.Acho mais que na maior parte dos casos falta diálogo.Em todos os locais e países por onde passei graças ao agility encontrei pessoas entusiastas da modalidade e onde qualquer conversa sobre o agility é motivo de satisfação.Em todos os lugares existem pessoas que lutam e trabalham por um agility melhor, seja organizativamente quer competitivamente falando.Pessoas que se sacrificam e sacrificam muitas vezes a própria família em prol do agility.Como isso é engraçado.Sendo de países e culturas diferentes no fundo somos tão iguais.
Como se diz em Portugal só muda o código postal ou no Brasil o CEP.
Para todos um grande abraço num dia todoe special para mim.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Argentina , segunda parte.

Difícil individualizar pessoas e nomes pois com certeza irei ser injusto ao esquecer alguém.No entanto desde a minha chegada e durante toda a estadia algumas pessoas, sempre de algum modo estiveram comigo e por isso lhes queria agradecer por tudo.
Ao Dr Néstor Francino, secretário da FCA e coordenador do agility Argentino, foi um prazer rever o Dr, muito obrigado pela visita guiada ás magnificas instalações da FCA.Muito bonita e elegante a sede da FCA possui um piso onde os vários clubes de raça tem cada um uma sala de trabalho, Ficou prometido que logo o agility ali teria também a sua sala.Muito obrigado pelo seu convite para estar aí e espero que tudo tenha corrido dentro do seu agrado.Espero sinceramente que sua senhora esteja recuperada.Á Dra Graciela Martin, por toda a ajuda e apoio inclusive dando-me o privilégio de ser minha juiz auxiliar.Foi um enorme prazer conhece-la pessoalmente.César Capra, juiz Argentino do inicio do agility que alguns juízes Brasileiros bem conhecem, muito honrado em tê-lo como juiz auxiliar e muito obrigado pela óptima companhia no domingo á noite,juntamente com sua senhora, Marcelo, condutor que esteve no A C do México e também juiz e sua senhora também juíza se não me engano o nome Liliane.Jantamos e claro falamos de agility.Andrea, muito obrigado pela acolhida no aeroporto com direito a foto do avião e tudo.Rodrigo Basells e sua esposa Mónica, muito obrigado por tudo.Tive pena de não poder estar mais com vocês, mas foi tudo muito corrido.Rever meu amigo Domingo Boncompagni e sua equipa de Santa Fé, parabéns pelos êxitos desportivos,Conhecer pessoalmente Luciano Peccin, Sandra,Priscila, rever Pablo e sua esposa,parabéns pela organização da prova, Maria e seu Poodle e todos os demais concorrentes que de alguma maneira me saudaram ,foram tão desportistas e fizeram da competição um dia muito agradável.
Para todos que eventualmente me possa ter esquecido, o meu pedido de desculpas e todos sem excepção, recebam um forte abraço deste vosso amigo.

Artur Pires

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Argentina , primeira parte.

Carinho de todos foi coisa que não me faltou na Argentina.Senti-me em casa, com amigos(as) já conhecidos (as) e novos amigos (as).Falar de agility é muito bom e assim foi o dia de sábado dedicado a um seminário, muito bom pela interação de todo o grupo.Trocamos experiências e opiniôes e aclaramos alguns conceitos.Muito bom revêr Lucrécia juiza do Uruguay.O jantar em uma pizzaria foi mais um momento de falar de agility e também é claro de futebol. Provocações á parte, de brincadeira é claro, os argentinos estão felizes da vitória sobre o Brasil e eu é claro mostrando-me mais feliz ainda da vitória do meu Portugal sobre a Espanha e assim me safei das provocações.Ambiente bom e descontraido, mas havia que ir dormir pois a competição no domingo começava cedo.A competição correu bem do meu ponto de vista , gostei das pistas e algumas duplas me chamaram a atenção.Vem aí uma nova geração para dar alegrias ao agility Argentino.Tive até direito a um assitente internacional meu amigo Marcos do Uruguay, obrigado pela ajuda.Rever Dario e sua esposa também do Uruguay e principalmente ele ter vencido um dos dois combinados, por vários motivos me deram uma enorme alegria.
Assim aconteceu o meu centésimo julgamento. Dificilmente acontecerá o de nomero duzentos, mas isso é o que menos importa.
Obrigado a todos os amigos e amigas Argentinos pelo vosso carinho.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Contagem regressiva

Daqui a algumas horas embarco se Deus quiser para a Argentina para um fim de semana cheio de agility.Fazendo a mala e revendo tudo, apito, cronometro,pistas, roupa etc, dei comigo a pensar:Mais uma viagem de agility.Já perdi a conta de todas as viagens com o agility desde o ano de 2000.Dez anos em que esse gosto por uma actividade nasceu.Gentes que conheci, amigos que fiz, tenho muitas saudades dos meus amigos do agility de Portugal, mas também de outros amigos que por estarem longe práticamente os deixamos de ver.São muitas emoções, lembranças,coisas boas, menos boas e até algumas ruins.Sinceramente , acho que valeu a pena.Por vezes vejo diferenças normais em relacionamentos dentro do agility, mas tudo muda na hora da competição.
O agility é bonito, gostoso,pena que ainda muita gente não o conheça.Dez anos,e daqui a 48 horas estarei julgar a minha centésima prova.Assisti a quatro campeonatos do Mundo, dei oito cursos para juízes, seis seminários para juizes, julguei noventa e nove provas, entre elas dois Américas & Caribe.Satisfeito?Claro que sim.
Obrigado agility.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Tejú


Na viagem a Recife na prova de sábado um simpático animal igual ao da foto, atavessou toda a area reservada ao agility.Por sorte a prova ainda não tinha começado.Assim ele seguiu o caminho dele e se escondeu.Para quem como eu não conhecia o animal, segundo o Neto este é o Tejú

Isto ainda não tinha visto



Por vezes algumas pessoas tratam o agility como coisa menor,agora um dos seus elementos o tratar assim já é um pouco, para não dizer muito, menos aceitável.
Já vi muitas coisas acontecerem em pista algumas originais como em França o juiz julgar de microfone na mão e ir relatando as faltas que marcava.e outras menos originais como juiz ir discutir com pessoal que estava a assistir á prova por terem discordado de uma marcação e deixar o competidor sozinho na pista.Nem uma nem outra aqui no Brasil, nem esta da imagem em que o juiz, não sei quem é nem de que país é e nem me interessa,mas que julga a prova falando ao celular.Sem palavras e espero que não vire moda.Falta de respeito para com o agility, competidor e assistência.
Quando pensamos que já vimos tudo....

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Se ouvido não é penico, refletimos sobre o que ouvimos.

Sinceramente tinha prometido a mim mesmo não tecer nenhum comentário sobre o assunto, mas , de alguma forma eu faço parte do agility Brasileiro.Não é nenhuma critica a ninguém, mas sim um pensar sobre fatos e frases.O agility Brasileiro conquistou três títulos mundiais e achou-se o máximo, Deixou de ter de aprender com quer que fosse e antes tirar alguma, muita, casquinha disso.O markting individual começou a funcionar ou antes a tentar funcionar e até mesmo entre os louraedos houve incómodos.Paramos no tempo e isso foi fatal pelo menos no imediato.Cometeram-se erros de leitura de resultados e quem tentou avisar sobre esses erros foi taxado de incomodo.Mundial de 2010 mostrou claramente isso e nem truques urgentes de maquiagem ajudam a esconder.O importante é haver a humildade de aprender nas vitórias e nas derrotas.Agora algumas frases que eu tenho ouvido me merecem alguma ponderação.
1-É preciso voltar a unir o agility Brasileiro.Então existe divisão?Se existe o que originou essa divisão?O importante é conhecer a causa e tratar de emendar o que esteve errado.Uma das pistas eu dou.O Fernando Leibel tomou a direção do agility Brasieliro em um dos piores momentos de desunião,, lembram-se da célebre máfia do agility,,? e o que ele fez lembram-se ?Simplesmente trabalhou com toda a gente e ouviu todas as "partes".Administrou bem e teve sucesso.Presentemente descartam-se pessoas porque não são do nosso grupo ou não pensam da mesma maneira.
2-Pré seleção á quinta etapa de um campeontao de dez para treinar quando?Esta é uma pérola. Nãoo tinha reparado nesse pormenor do novo regulamento e só antes da prova de Ilhabela me chamaram a atenção para tal.Mais se acentua essa verdade quando vemos em emails distribuidos que práticamente se abdicou de participar do mundial da França, 2011.Como um cão pre seelcionado em Outubro de um ano apresenta garantias de estar bem em Setembro do ano seguinte?Se houvesse um planeamento de trabalho de uma equipa técnica, que se pegasse em um numero x de duplas, pelo seu potencial e se fizesse um trabalho sério visando uma participação em provas internacionais independente de classificações em campeonatos, ainda poderia acreditar em sucesso mas o passado recente mostrou-nos o contrário.Aí vem a terceira fase.
3-Mas treinos de selecção para quê se depois nas escolas os treinadores fazem tudo diferente.
Bom aí começam os egos pessoais e a prova de que ainda não entendemos de que a maior parte dos países de ponta têm uma "escola" de agility e todos tentam seguir essa maneira de conduzir.Lembro-me de em 2002 estar em uma prova em França e ter-mos comentado isso , crianças , novos, experientes e até mais idosos, todos tentavam conduzir da mesma maneira.
São vários aspectos a rever e a melhorar.Agora tem de haver vontade de verdade para o fazer e não ser uma mensagem de ocasião para calar bocas que como sempre são logo apelidadas de incomodas.Gente para o fazer nós temos se houver a coragem de deixar essas pessoas trabalharem e deixar de vez de lado o , quem não está comigo está contra mim, e sim, que apenas existem opiniões diferentes e no ouvir todas talvez saia a solução.
Para bem do agility que tanto gostamos

sábado, 6 de novembro de 2010

100 - History not yet is complet, but....



Buenos Aires 21 de Novembro de 2010, se Deus quiser será escrito o ultimo capitulo desta centena de julgamentos de provas de agility.Será a VIII e ultima etapa do Campeonato Nacional Argentino.Lembro-me do Campeonato Mundial de 2001 no Porto de uma equipa, de camiseta azul e branca,cor da camisa do meu F.C.Porto,com dois dobermans, não me lembro o nome do condutor e lembro-me do Domingo Boncompagni.O Domingo voltei a encontrar outras vezes e a par de outros amigos, irá ser muito bom revê-lo e abraçá-lo.No dia anterior está marcado um seminário para juízes.Quero antes chamar de encontro de juízes onde por certo iremos trocar muitas experiências.Acho que irá ser o fim de semana perfeito para recordar toda a vida o meu 100 julgamento.A história vai continuar depois disso por certo em um ritmo mais lento.Terei chegado a um numero que poucos alcançam.Com o numero actual de juízes, penso que nos próximos anos apenas mais dois ou três chegarão lá.Por isso me sinto orgulhoso,mas consciente da responsabilidade que isso acarreta.Essa a de apoiar e ajudar os novos juízes para um dia eles também escreverem a sua história.Hoje lembro-me, agradeço e presto a minha homenagem a dois grandes juízes mundiais que fizeram nascer em mim o gosto pela arbitragem e pelo agility, Luís Narciso e Josep Boix Balaguer.Lembro também todos os juízes de agility Brasileiro e digo-lhes que tenho orgulho de pertencer a um grupo tão bom de juízes, ao Dan e Eugénio por tantas vezes trocarmos informações úteis á nossa actividade e a todos os agiliteiros e agiliteiras Brasileiros e dos paises onde tenho julgado por todo o carinho e respeito que sempre me demonstraram.
Um obrigado muito especial ao Edu e sua equipa por toda a colaboração na grande maioria das provas. Vocês são equipa nota 10.
Por ultimo mas mais importante agradeço a Deus por tudo e á minha família pela compreensão pelas minhas ausências.
Beijo

sábado, 30 de outubro de 2010

AÍ ESTÁ ELA



Esta foi a parte que me desagradou em Ilhabela.Sequência que fazia parte do agility 1.O out do 6 para o 7 ficou mais dificil do que eu queria e assim todo o resto virou complicação.Para grau 2 sem problema para grau 1 dificil.
Pessoal do grau 1 fico a dever esta.

Abs

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Agility em Ilhabela



Já muitos falaram da beleza da ilha e do fim de semana.Para mim foi óptimo pois tive a minha família junto de mim e e amigos muito queridos como o Dr Eduardo a Ana Luisa bem assim como a Vivy e o Vinicius.Foi uma óptima companhia.
O agility, primeiro não é sempre que o local da prova dispõem de bancada para assistir.Para mim sem duvida quanto mais alto melhor se vê a prova.Temos uma noção exacta da pista distancia dos obstáculos , exibição das duplas.Adorei.As pistas de sábado logo mostraram que ia ser um fim de semana de agility fluido e bonito.Assim foi pois as de domingo seguiram a mesma linha, aliás uma linha que muitos acreditavam estar em decadência mas que o ultimo mundial veio mostrar o contrário.Agility tem de ser espetaculo para cativar o publico.Das minhas pistas só não gostei a 100% do agility 1.Eu não gosto de pistas de grau 1 , vai para lá e vem para cá, acho que mesmo o grau 1 já tem de mostrar alguma habilidade de cão e condutor, mas uma das sequências não me agradou totalmente.Não que ache ela dificil mas podia ter facilitado um pouquinho mais.Paciência fica para a próxima e mesmo assim houveram se não em engano 3 estrelinhas, exc zerado, um da Vanessa que no sábado estava triste e eu lhe disse amanhã tens um exc comigo e outro do meu amigo Chu com a Pax, ambos o primeiro de muitas mais alegrias que estão por vir e também da Adalgisa com o Dylon.Do grau III gostei de ambas as pistas e de algumas conduções, arrojadas a fazerem-me crer que o que ouvi de alguns competidores se vai tornar realidade.Parabens a todos os competidores pelas belas provas.Esta foi a 99° prova que julguei e logo chegará a 100.Será muito especial por certo mas depois falarei sobre isso.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Recife , agility

As provas foram realizadas em um Clube muito bonito,com várias atividades entre elas o hipismo.As provas realizaram-se exatamente no bonito gramado principal da parte hipica.O tempo apresentou-se muito bom para a prática do agility.Toda a região ou até país quando se inicia no agility passa por várias fases e o Recife não é excepção.Toda a luta e empenho das pessoas, me fez recordar e até dar como exemplo o meu inicio no agility em Portugal, da necessidade da união de todos para fazer treinos, matchs, apresentações etc.Tivemos longas convcersas sobre esse tema e essa necessidade.O Alexandre é a cara do agility no Recife mas com certeza com o Geraldo, Tacyana,Neto, Maviael,Nahum, Fábio o Dr veterinário, obrigado Dr pelo apoio e simpatia, vão fazer coisas muito bonitas e o agility em Pernanbucoe Nordeste irá ser uma grande realidade em breve.Tem gente jovem como o Geraldinho, os filhos do Nahum, desculpem não fixei os nomes e o joevm que conduz o Obama.Tem gente mais experiente como o Alexandre, bela cadela que ele tem irmã da Nica da Marta e filha da Loli, que ninhada,tem o Neto apenas uma distração lhe tirou o combinado zerado no grau 2, O Maviel , Nahum, o combativo Fábio que só pode apresentar a sua labradora,enfim tem gente capaz e cães já com um nivel bem agradável.Falta alguma coisa em termos de condução, saltaram algumas etapas no inicio,mas sabem o que têm a fazer para melhorar isso.
O pessoal da Paraíba também apareceu na prova, para já com pouca gente mas o Fábio vai motivar a sua equipa e fazer também o agility na Paraíba uma realidade.
Destacar nomes por certo me levou a esquecer de alguém, desculpem,mas gostei de todos, do vosso empenho,da vossa preocupação de perguntar para aprender e da vossa simpatia.Foi mais um fim de semana maravilhoso para quem como eu gosta de agility e tudo faz para ele crescer.
A todos os competidores um abraço do tamanho da satisfação que senti de estar aí.

Artur Pires

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Recife, Veneza Brasileira



Sinceramente não sabia que a cidade de Recife era formada por três ilhas, ligadas entre si por várias pontes.Chegado ao Recife o Alexandre levou-me por um dos cartões postais da cidade a Av da Boaviagem.Toda a avenida que fica ao lado do mar é bonita e esta não foge á regra.Passeio de encher os olhos e claro passeio á beira mar dá fome.Fomos encontrar um amigo do agility que apenas conhecia de email o Geraldo Braz pai do Geraldinho.No seu restaurante almoçamos por sugestão da Tacyana sua esposa uma moqueca de camarão que estava divina.Foi a primeira vez que provei este prato e fiquei cliente.A seguir estava guardado outro passei turístico.Enquanto o Alexandre ia preparar as ultimas coisas para a prova do dia seguinte, o Geraldo levou-me em um passeio de barco pelos rios de Recife.Pude ver um pouco desta cidade de outro ângulo.Passeio bonito que mostra muito do antigo Recife , preservado e do novo Recife.Essa mistura dá um tom muito especial á cidade.Segundo a tradição sempre que o barco passa por baixo de uma das pontes deve-se bater palmas e fazer um pedido.Claro que não perdi a oportunidade, quem sabe não sou atendido.Depois continuação do passeio mas agora pelas ruas e avenidas da cidade.Bonita de contrastes como quase todas as cidades Brasileiras que conheço mas onde a arquitetura antiga me pareceu mais bem preservada do que em outras.Durante toda a tarde tive uma verdadeira lição de história por parte do Geraldo e assim para além de bonito o passeio tornou-me uma pessoa mais culta.
Obrigado Geraldo.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Mala pronta. Quase na 100

Mais uma vez mala pronta para viajar e julgar mais duas etapas de agility.Desta vez será em Recife.Será a primeira vez que me desloco ao Norte e Nordeste do Brasil.Desde que cheguei ao Brasil que tenho vontade de conhecer toda essa região.Mesmo que por pouco tempo por certo irei conhecer um pouco de uma cidade muito bonita.O agility em Pernabuco ainda é muito jovem , mas vem crescendo e eu sei bem o quanto sacrificio é preciso para esse crescimento virar realidade.Por isso eu gosto de me deslocar a locais onde o agility está em fase de crescimento.Claro que gosto de grandes provas e concorrentes de nome até mundial, mas vêr e participar do crescimento de algo como o agility é muito gostoso.Conheço algumas das pessoas do agility pernanbucano, umas pessoalmente, outras da internet e outras só de fotos, mas com certeza ierei voltar de lá com mais uns amigos.Por isso eu gosto desta atividade de juiz de agility.Na semana seguinte estarei em Ilha Bela julgando uma etapa do campeonato Brasileiro, segundo as minhas anotações será a de numero 99 que irei julgar, ficando assim a um julgamento da bonita marca de 100.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Dia das crianças - Agility





O Edu levou o agility á festa do dia das crianças da sua comunidade.Alguns amigos da Dog World estiveram presentes com os seus cães.Se a passagem dos cáes conduzidos pelos seus donos já deixavam a assistência com um sorriso nos lábios o ponto alto mesmo foi a de crianças poderem experimentar o agility.No final todos levavam uma goluseima gostosa e por isso também a fila não terminava nunca.Foram uma duas horas muito agradáveis, não pelo facto de se esperar que dali possa surgir alguém para particar o agility, mas que pelo menos por algum tempo ajudamos a fazer algumas crianças mais felizes.Em paralelo tinha barraquinhas com distribuição de vários doces e bebidas.Pula pula e piscina de bolinhas também não faltaram.
Como é fácil fazer as crianças felizes.Como disse a Mariana, as crianças estavam muito felizes e os adultos têm de fazer as crianças felizes não é vô?
Pois é Mari, só que nem sempre é assim.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Fionna, Brasileirinha



Gustavo Villavisencio - Peru

O ano passado o Gustavo pediu-me para lhe escolher um sheltie e o levar para ele.Neste caso uma femea.Eu e o Thiago rodamos um pouco e acabamos escolhendo esta bonita cachorrinha. Da familia do Xeroquito e com quinze dias com um temperamento muito bom , foi a escolhida.Mas daí a ter certeza de que iria ser boa para o agility era outra história.Felizmente ela não é boa, é muito boa.Ainda sem idade para competir oficialmente, compete no iniciante e vai fazendo cão branco no grau 1.
Se tudo correr normalmente, esta dupla vai ter muitas alegrias e até internacionalmente.
Parabéns Gustavo pelo trabalho efetuado com a Fionna.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Peru, Meche Sanches

Falar da Meche é fácil.ë uam pessoa adorável com um coração de ouro.Adora o agility e os cães.Fez o curso para juiza de agility em 2004 aqui no Brasil, mas questões internas do Kennel Clube Peruano fizeram com que só agora passados seis anos tivesse de voltar a fazer um novo exame lá no Peru.Eu fui um dos examinadores juntamente com o juiz Peruano Sr Hector.A prova foi na etapa de domingo e ela teve de responder a várias perguntas sobre regulamento, desenhar uma pista e julgar cinco cães garu 1.
Pela minha parte e penso que do meu colega Peruano também , passou com distinção.Claro que a única maneira de se aperfeiçoar é julgar e espero em breve ter noticias dela com a sua primeira indicação como juiza para uma prova oficial.Ela bem merece isso e o agility Peruano bem precisa de sangue novo.
Curiosidade á parte no domingo no intervalo de uma das provas eu e o colega Hector defenia-mos o que a Meche teria de fazer no exame, ele a parte de perguntas e eu o desenho da pista e os julgamentos dela.Com isso demoramos um pouco mais o intervalo entre uma pista e outra , mas quando o Sérgio ao megafone avisou do porquê da demora todos bateram palmas pela possibiliadade de uma nova juiza de agility no Peru.
Parabéns Meche e boa sorte.

Beijo deste teu amigo

Peru



Voltar ao Peru foi um prazer enorme para mim.Rever amigos, conhecidos, um ambiente optimo de agility.Dezoito pistas em dois dias não é tarefa fácil, mas é tudo tão agradável que não se dá pelo esforço.O agility Peruano passa por algumas transformações organizativas, com uma comissão de agility formada por gente do agility, novos cães, mais rápidos e com isso algumas duplas mais lentas se afastaram da competição.Essa fase todos passam.Os condutores também eles estão a aprender a conduzir cães mais rápidos que por isso lhes dão menos margem para erros.
Mudei um pouco as minhas pistas , nivel de exigência, da primeira vez para agora e gostei muito do resultado, prova de que a evolução das duplas está a acontecer.Não vou aqui individualizar nomes mas tem lá já umas duplas bem motivadas para representar o Peru no próximno Americas & Caribe.Duplas novas também, gente jovem com um futuro bonito por certo nas pistas de agility.Quem gosta de agility, daquele agility competitivo mas ainda gostoso, uma prova no Peru é uma bela experiência.
O meu muito obrigado ao Gustavo, da Fionna vou falar em outro post, hoje posso dizer que somos amigos e espero voltar a vê-lo muito em breve ou aqui no Brasil ou lá no Peru.à Meche e ao Sérgio e aos restantes elementos da Comissão de agility Peruana pela atitude e carinho que tiveram comigo em momento menos bom, mas esse é extra agility e falarei em outro post.Graças a Deus que me permite conhecer lugares e gente tão maravilhosa.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Mundial 2

Dizer que vi o mundial estou a mentir.O que vi foi a espaços e algumas gravações.No meu caso particuar este mundial trazia-me alguma curiosidade sobre as pistas que iriam ser apresentadas depois do que aconteceu ano passado.Sempre fui defensor de pistas rápidas , fluidas e alguns pontos de control, ou seja espetaculo.Ultimamente algumas pessoas quase fizeram acreditar que isso estava ultrapassado. Felizmente agora vi que afinal não esá ultrapassado não e esse estilo aliado a algumas angulações mais ousadas foram a marca deste mundial.
Gostei de quase todas sa pistas do mundial e a que gostei menos foi o agility mini ind, apenas por uma questão de gosto.No jumping ind standard tivemos mais de quarenta duplas zeradas. Excelente.O piso também se comportou muito bem, como os Alemães haviam prometido.Neste tipo de piso cão e condutor devem estar sempre o mais possivel em movimento, para não perder tempo nas arrancadas, e as pistas ajudaram a isso.
Se um munidial é grau III, para o conceito de alguns aqui no Brasil, algumas pistas apresentadas bem poderiam ser de grau II.Conceitos.
Ainda bem que antes do mundial eu havia escrito algo sobre estes conceitos.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Mundial primeiro dia

Não costumo saltar etapas e ainda não escrevi nada sobre o Peru , mas mundial é mundial.Vou escrever sobre o primeiro dia, sobre as pistas e julgamentos.
O ESPETACULO VOLTOU com pistas bonitas , fluidas e técnicas.Claro que não vi tudo mas o que vi encheu os olhos de quem gosta deste género de pistas.os julgamentos também gostei especialmente do julgamento da gangorra e de refugos.Aquelas celebres voltinhas á fente do obstaculo ou boca de tunel foram marcadas e bem com refugo.
Pena que alguns árbitros se calhar não poderam assistir.
Amanhã há mais e se continuar assim vai ser um mundial de show.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

AOS MEUS AMIGOS

QUEM COSTUMA ACESSAR O MEU BLOG E MAMTEM CONTACTO COMIGO VIA EMAIL, POR FAVOR ENVIAR UM EMAIL PARA arturlpires@uol.com.br , PARA ATUALIZAR A MINHA LISTA DE CONTACTOS EM VIRTUDE DE FURTO DO MEU COMPUTADOR.

OBRIGADO
Artur Pires

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Peru 1

A viagem até foi boa , embora tenha começado com algo pouco comum.Quando fiz o chek in fui informado que só tinha lugares no meio, aquele lugarzinho bobo no meio de dois desconhecidos.Fazer o quê.No avião fui para o meu lugar 14E. Um senhor no lugar do corredor e uma senhora no lugar da janela.Tudo bem pensei eu.Que nada .Começa a viagem e um não para de falar com o outro." Quieres matequilha ? não passa para cá"Fiquei intrigado e mais atento.Falavem em castelhano.Em determinado momento a senhora fez questão de matar a minha curiosidade. Eram marido e mulher e ela só viaja na janela e ele não viaja no meio só no corredor.São Argentinos de Buenos Aires e um casal simpático a gozar a sua aposentadoria, mas......
Apanha-se cada um.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

DE REPENTE....



Na vida tudo muda em fracções de segundos.Quem esteve no A & C do Brasil viu um lindo filme que fala exactamente disso.Parei um pouco com o agility, pelo emprego novo que me absorve muito da minha disponibilidade, de alguma desilusão em relação a algumas pessoas e porque ultimamente a paixão não era a mesma.Como não sei fazer nada pelo meio termo a minha paragem era mais do que obrigatória.Não digo que as coisas mudaram totalmente , longe disso, mas aos poucos vou recuperando alguma dessa paixão.
De férias prolongadas estou a voltar á activa.E que actividade.Este fim de semana vou estar no Peru, adorei a minha primeira estadia lá e espero desfrutar desta segunda,irei julgar entre sábado e domingo dezoito pistas ( 18 ).Já estão todas prontas e revisadas.Depois estarei em Recife dias 16 e 17 de Outubro julgando duas etapas do campeonato Pernanbucano e dias 23 e 24 estarei a convite de um grande amigo em Ilha Bela assistindo ás 5ª e 6ª Etapas do campeonato Brasileiro.Em pouco mais de um mês estarei de novo presente em algo que gosto, arbitragem e agility.
Espero com isso que a paixão aumente e não a desilusão, mas mesmo aumentando essa paixão hoje tenho bem presente que na vida existem muito mais coisas que o agility.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

HIPISMO / AGILITY

Todos sabem que o agility nasceu em Inglaterra para ocupar os intervalos das provas de hipismo( saltos ).Ultimamente tenho assistido a vários concursos de hipismo e analisado alguns pontos bem interessantes.Claro que não existe comparação real entre uma coisa e outra, mas o agility poderá buscar alguma da experiência organizativa do hipismo, por certo sim.As provas de saltos são bem emocionantes de assistir.Têm uma dinâmica bem diferente mas que prende o publico até ao ultimo concorrente.Passo a explicar. Primeiro fazem uma passagem com todos os concorrentes.Depois são apuradas x duplas para a fase seguinte.Aí só quem estiverem zerados passam a uma nova pista e aí os zerados passam a uma final ( barrage )em que só aí o melhor tempo zerado é motivo de desempate.Muito boa esta fórmula para quem assiste.No agility fala-se no tempo de mudança de pista, sendo longo o publico vai embora. No hipismo essa mudança é muito maior. Penso que o que leva o publico a ficar é que a competição vai em crescendo de emoção.
As pistas também são algo bem diferente e bem pensadas. Não existem as "pegadinhas", lógico,mas sim trajetorioas e mudanças de distancias entre obsctaculos que passam a ser o maior obstáculo.Com isso ganha e muito e espetaculo.
Talvez por isso o publico assista e não acredito que toda aquela gente está ligada ao hipismo.
Sinceramente tenho gostado de assistir e aprendido algo que transportado para o agility, poderá??? trazer publico e até patrocínios.
Porque não pensar um pouco a respeito?

sábado, 4 de setembro de 2010

AOS POUCOS ESTOU DE VOLTA


Lima -Peru

Para quem costuma acessar o meu blog, ultimamene não encontra nada escrito.Vou tentar voltar a escrever algo sobre agility, que afinal foi para isso que criei o blog.Mudança de emprego e alguma desilusão com o agility ajudaram a este afastamento.Neste tempo li muita coisa que outros escreveram e com isso cheguei a uma conclusão.O agility, atividade, entretenimento, não tem culpa da atitude de algumas pessoas.Existem pessoas para quem o agility é a parte mais importante da vida delas e por vezes os leva a tomar determinadas atitudes menos pensadas, mas isso são águas passadas e não mais me irei aborrecer com nada nem com niguém dentro do agility. Ufa consegui ser superior a isso tudo.Se a ideia era me atingir esqueçam, não conseguem mais.Fiquem com o vosso mundinho.Assim por certo irei voltar a desfrutar ,do que é o agility e do convivio com alguns amigos(as).Quem enfiar a carapuça faça bom proveito.
Bom para já vou voltar a julgar, que bom, em Lima no Peru, voltando ao local de um dos fins de semana de agility melhores e mais gostosos da minha carreira.Como vos falei na altura a diversidade de raças em competição, o ambiente, jovens condutores (as)e duplas com potencial e o acolhimento que tive, fizeram na altura com que essa viagem tenha sido muito agradável.Honrado com novo convite espero estar á altura das expetativas de quem mo endereçou.
Um abraço a todos os meus amigos(as)por esse mundo fora.Divirtam-se se possivel com os vosso cachorros e principalmente sejam felizes.

Em Lima a minha participação irá ser dedidicada ao meu amigo Sam, infelizmente já não entre nós.Será a minha homenagem ao homem do agility, juiz e amigo.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

ADEUS AMIGO

Quando li o post do Miguel sobre agility e amizade, lembrei-me de muitos amigos que por este motivo ou aquele não estavam tão perto assim.Um deles nos preocupava muito pelos seu estado de saude, o Sam.Ontem á noite recebi um telefonema onde me era dado conta que ele já não passaria desta noite e aconteceu. Hoje faleceu o Sam.Perdi um amigo, como irei perder outros até chegar a minha vez.Estou muito triste queria voltar a vêr o Sam nas pistas julgando e ajudando tudo e todos.Infelizmente a doença venceu-o.Que somos nós?Nada infelizmente.
Sam obrigado pelo amigo que sempre foste, para mim e para a minha familia.A maneira como nos recebes-te, o carinho.Jamais te esqueceremos.Talvez nos voltemos a encontrar um dia.
Adeus amigo , descansa em paz.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

SINAIS



Para tudo existem sinais.Uns evidentes outros nem tanto.os menos evidentes exigem uma maior atenção da nossa parte.Para uns e outros existe sempre alguém que nos mostra o sinal e seu significado.Por vezes esse sinal quer dizer caminho,outras acção ou até pode indicar tudo isso.Acção a tomar de maneira a trilhar caminho de sucesso.
O agility tem tudo isso.Um sinal mal dado,condutor,ou mal interpretado,cão, pode ser a diferença entre o êxito e a desclassificação.
Esses sinais podem ser exteriores á pista e competição e assim mostrar acção e caminho.
Nestes últimos também tem sempre alguém, essa mão é um exemplo, disposto a mostrar o caminho, mas como o cão também pessoas por vezes não conseguem ou não querem entender.
Tudo isto e muito mais num mundinho de egos chamado agilitybr

segunda-feira, 26 de julho de 2010

DOMINGO SEM AGILITY...COM AGILITY





Domingo de sol e resolvemos brincar ao agility.
Não não é nenhum treino para o festival da DW podem estar descansados.
Pelas fotos se vê quem leva geito para a coisa.Mariana quatro anos de idade, imagina aí com uns oito anos.

terça-feira, 20 de julho de 2010

FESTIVAL DE AGILITY DA DW

Aí está um boa noticia. Para já só sei que vai ter três datas diferentes em sistema de match.
Viva vamos ter agility fun.lembro-me de 2004 e 2005 em que se faziam estes matchs com jogos em vez de pistas. Não era Sam, Cilinha, Cibele e todo o mundo com mais de cinco anos de agility? Diversão pura.
Que bom que algo parecido vai voltar a acontecer.
Bom deixa-me preparar para participar com o Juca ou com o Billy.
Porque não? ahahahah

sábado, 17 de julho de 2010

MAIS UM POUCO DA MESMA COISA

Férias de agility, pelo menos para mim,serve para alguma reflexão sobre vários assuntos, principalmente quando estamos em contagem decrescente para uma nova temporada.O que irá mudar?Penso que nada ou muito pouco pois não há muito a ser mudado.Por isso atrevo-me a dizer que irá ser mais um pouco da mesma coisa.Não é uma critica mas uma realidade difícil de fugir por variadas razões.Pela parte que me toca , arbitragem, tenho pensado em algumas frases que se ouvem.Pista muito difícil, pista muito fácil, pista muito técnica etc.
Aproveitando o pouco tempo disponível, dei uma pesquisada em algumas competições internacionais e constatei o que mais ou menos já sabia.No Brasil temos das pistas mais difíceis e técnicas que se utilizam por todo esse mundo.Principalmente no grau 3 , mas também nos 1 e 2 os nossos juízes tentam apresentar pistas com sequências de exercícios que quase não deixam a dupla respirar. Eu me incluo nesse lote.Gosto de pistas fluídas mas bem técnicas.Aqui fica uma pergunta será isso o melhor para o desenvolvimento do agility?Ou seja com pistas muito técnicas as duplas mais evoluídas técnicamente levam vantagem, óptimo,para isso treinam mais têm melhores cães etc, mas será que aqueles que estão logo ali no patamar seguinte não desmotivam com os seus resultados? Um meio termo não seria o ideal?
Como disse é só passear um pouco na net e reparar que pistas apresentadas como grau 3 em países com vários campeões do mundo, em finais e selectivas , se fossem apresentadas aqui seriam logo rotuladas de grau 2.
Assim como ficamos? Vai mais um pouco da mesma coisa ou mudamos algo?
Dificil.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

PARABÉNS ESPANHA



Parabéns a todos os meus amigos Espanhois pela brilhante conquista do mundial de futebol.Ontem assitindo á transmissão do jogo me recordei de tantos de vocês e de alguma forma sentindo o vosso momento.Foram tantas as recordações de tanta gente e de tantos lugares que me fez recordar de como em Esapnha sempre me senti em casa.
No finla imaginava a alegria de cada um desses amigos(as)Espanhois a festejarem este titulo.Em todas essas recordações e lembranças uma pessoa não saía da minha cabeça, o menino que conheci , hoje um homem, Jordi , filho do Balaguer.Ele adora futebol, e torce pelo Barça. Como estaria ele a seguir aquele encontro decisivo da sua Espanha?E como deve ter comemorado esta vitoria.Deve ter vibrado muitissimo, se calhar na companhia do pai , mãe e irmã, ou então com amigos mas que vibrou muito isso não duvido.Por isso Jordi parabéns pela vitoria da tua Espanha e essses parabésn são extensivos a todos os amigos (as) Espanhois.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

CALA A BOCA MILTON NEVES

Algumas vezes a televisão vira aquário e o que vemos são peixinhos , peixões ,baleias ou cachalotes.Assim estamos a ser amigos de quem nem sequer merece ser comparado a estes animais.É só tirar o som e usar a imaginação.Então agora durante a copa do mundo, meu Deus como pode gentinha desta estar á frente de um ecran?
Assisti, por engano, ontem a um programa de nome BAND MANIA.Pensei tratar-se de um programa desportivo, mas não. È mais um circo mal montado com dois palhaços, muito fracos por sinal, Milton Neves e Denilson e dois adjuvantes mais comedidos Emerson e Vampeta.As asneiras, contradições, faltas de respeito para com os adversários, falhas de Português, são tão gritantes que pelo horário em que é apresentado, depois do jantar , chega a dar nojo.Claro que como qualquer circo medíocre para mau, os próprios palhaços se riem deles próprios, santa ignorância.Ontem passaram parte de uma entrevista com o jogador Tiago de Portugal, em que este disse ser uma pena o Káká naõa jogar até pela injustiça da sua expulsão.No fim o Milton Neves disse-se admirado de como o Tiago falava e bem Português,ao que o Denilson disse pensava que lá falavam Espanhol ou Italiano.Como pode uma estação de televisão deixar que dois ignorantes brinquem com uma nação e com os seus imigrantes que trabalham e vivem no Brasil e são importantes para este país?Com pode uma coisa destas?Palhaços frustrados e sem vergonha que só têm metido o pau no Dunga mas se o Brasil for campeão depois vão-lhe andar a lamber as botas , ou outra coisa qualquer.Sou Português com muito orgulho assim como também amo o Brasil.Respeito é bom e eu gosto mas isso é coisa de primeiro mundo e algumas pessoas apesar das suas viagens não sabem o que isso é.

terça-feira, 15 de junho de 2010

Natrureza da vida


Foto by Artur Pires

Só passei aqui para que não pensem que o blg acabou.Apenas falta de tempo e também alguma reflecção sobre o agility.
No passado final de semana teve lugar a banca de juizes e aí reparei que a minha participação digamos que oficial no agility Brasileiro foi exatamente na banca de 2004, 19 e 20 de junho e portanto á seis anos.Talvez por isso durante todo o fim de semana tive muitas recordações desses seis anos.Muito boas , boas, menos boas e ruins até.
Valeu o astral bonito de toda a banca e participantes que nos levam a pensar que algumas coisas menos boas ainda têm solução, assim as pessoas queiram.
Queriamos que todos tivessem passado, infelizmnte não deu e alguns irão com certeza ter nova chance.Porquê no jogo da vida alguém sempre sofre desilusões?
Mas a vida é isso e tem momentos maravilhosos como este pôr do sol em Itu.
Abraço ao Edu, Rocio,Patricia,Vinicius,Amadeu e Patrcia Marofa, espero vê-los em banca futura.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

NOVO CICLO

Em junho estarei a iniciar uma nova acividade profissional.Coisas novas, desafios novos , pessoas novas.Mudanças sempre trazem coisas positivas.
Estou muito animado com este novo desafio, mas ao mesmo tempo me invade uma sensação estranha.Nestes dois anos liguei-me muito com esta empresa e seus donos.Então esta separação está a ser um pouco dorida.
A amizade e gratidão com os meus atuais patrões ficarão eternos, sempre fui tratado muito bem.Em toda a minha vida só tive seis patrões, mas desses apenas dois, um em Portugal e agora estes no Brasil,eu tive uma ligação mais forte e em ambos os casos a separação me trouxe este sentimento.Só tenho a agradecer e que ambos eu e eles tenhamos sorte nas nossas vidas.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

YESSSSS


Foto Artur Pires

Se esta foto tivesse som acho que seria Yes que se ouviria naquele gesto de quem acaba de fazer aquele golo.Já falei que obstáculo casa nunca se sabe como o cão vai sair do pano e este exemplo acho que nunca tinha visto.
Mas aqui o YESSS é por outro motivo e o cão da foto , o Pilim também pode estar a dizer yess por esse motivo.Copa Paulista e Camp Brasileiro no mais alto nivel , grau III vão ser decididos na ultima copa Paulista e duas ultimas camp. Brasileiro.
Pegando neste ultimo atrevo-me a dizer que o terceiro classificado, Filipe com Petit , para mim, hoje são os primeiros e com alguma folga e que em relação ás três vagas para o mundial muita coisa está ainda em aberto.para chegar aí claro que estou a fazer a projecção dos pontos que cada condutor/juiz vai ganhar da prova que julgou e dos dois descartes.Yess diz o Pilim estou na corrida dessa terceira vaga.
Acho que este ano alguns não vão achar piada a esse "bonus" por terem julgado,mas como diz um comentador, está na regra e ela é clara.
Em Itu com grama natural só peço que não chova pois o espetaculo e a emoção estão garantidos.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

AINDA FCI

Lendo com mais atenção a acta da reunião de delegados, está lá escrito que:

" Este ano ( 2010 Campeonato do mundo ) serão medidos todos os cães. Para tal foram nomeados para essa função três delegados ( árbitros ) que são :Grygar, Saso Novak e Mouwe Marianne. "

Abriu a caça ás bruxas???

terça-feira, 18 de maio de 2010

E MAIS ALTERAÇÕES VÊM POR AÍ.

Lendo a acta da ultima reunião dos delegados do agility da FCI,salvo qualquer erro de tradução,vão ser discutidas algumas alterações ao actual regulamento, na próxima reunião em Outubro 2010.
Os países podem enviar opinião sobre as propostas de alterações.

São elas:

-Equipas, compostas de 4 duplas com no mínimo duas raças diferentes
-Gangorra mais curta e com medidas fixas
-Alterar a regra do combinado
-Homologar com obstáculo a trajectória out ????????
-Passar a 4 ou 5 categorias - actual 3
-Definir peso e medida da barra do salto
-Ajustar o tempo de permanência na mesa ???????
-Ajustar a medida do pano na casa
-Fixar um máximo de dez segundas para a partida
-Slalom obrigatório 12 varas ( alguns países ainda têm variante 10 ou 12 )
-Posição de túnel máximo só uma curva
-22 Obstáculos máximo, sem combinado ( Duas propostas para o combinado. Alterar ou tirar )
-Alterar a altura do midi para 45 cm - actual 43 cm
-Salto em distância , simplificar o refugo. ??????
-Salto em distância alongar mais 10cm para as categorias STD e MD e mais 10 cm de largura do obstáculo.
- Varas do slalom em duas cores diferentes.

-Para além disso é proposta a criação de um ficheiro mundial de resultados e de juizes. ( boa )
-Passar o mundial para Novembro.

CURSO E REGRESSO



Terminamos mais um curso de aspirantes a árbitros de agility.O mais concorrido que participei até hoje.Fiquei contente pela participação activa no curso de todos , com suas perguntas e duvidas.Mostraram que estavam interessados e atentos.Segue-se a banca de avaliação em Junho, mas quanto mais não seja já valeu a pena 25 pessoas saberem mais a fundo as regras do agility.Até á banca espero ainda alguns pedidos de esclarecimento, ou até questionamento e cá estaremos para ajudar.Boa sorte a todos para a banca e parabéns pela vossa participação.
O agility Brasleiro resgatou mais um juiz que estava parado.Sam Gotlieb dispensa apresentações a estará no activo no inicio da nova época.Bem vindo Sam.

terça-feira, 11 de maio de 2010

MUNDIAL 2010

O mundial deste ano na Alemanha vai ser realizado em terra batida ( picadeiro ).Conheço bem este piso pois em Portugal ele era utilizado com alguma regularidade nas provas da Quinta da Marinha.Estou falar de uns sete oito anos atrás e também de um dos locais mais in do hipismo Português.O piso é bom para os cães mas o poder de tracção é prejudicado.Arranques não são tão rápidos e é preciso manter um movimento mais constante para se obter boas marcas. Para além disso bastam alguns cães passarem e o piso começa a deteriorar.Os organizadores do mundial garantem que vão estar atentos e todos os cães vão competir em igualdade.
Bom com tanta evolução e tecnologia não custa acreditar, mas só vendo para crer.
Entretanto em minha opinião é preciso rever alguns treinamentos e conduções.
Sei de um alemão que deve estar a rir de contentamento.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

TUDO DIFERENTE , TUDO IGUAL

Mais um sistema de provas foi experimenta do. Faz parte da tal democracia.Desta vez fui eu que não gostei e se calhar mais alguém, mas isso a mim pouco importa se muitos ou poucos gostaram ou desgostaram.Começando pelas duas primeiras provas da manhã agility 2 e jumping 2, tínhamos apenas três ajudantes para montar a pista e levantar barras.Dr Eduardo, Miguel e Marta tinham-se inscrito via email e compareceram. Manifestamente pouco.Se a ideia é os iniciantes irem assistir na primeira prova tínhamos um iniciante a assistir e na segunda estavam dois.Em matéria de ajuda as coisa melhoraram um pouco depois no grau 3 e daí em diante , por certo as pessoas viram que sem essa ajuda se calhar iriamos jantar lá.A entrada e saída das zonas para se fazer os junpings no meio não ajuda em nada o bom andamento da pista, nem os juízes na sua montagem.No agility 3 já podíamos ver alguns competidores dos iniciantes e grau 1 a assistir, óptimo.Mas quem ficou até ao final do grau 1 a não ser os habituais, aqueles que seja com calor, frio, chuva sempre lá estão?A verdade disto foi aqueles que nem sequer esperaram pelo pódio e foram embora, numa atitude que a CBA tem de repensar e deixar de entregar essas medalhas a terceiros. Não só não deviam receber as medalhas como não deviam de ter a sua classificação homologada, minha opinião.No minimo falta de respeito para com o juiz que fica lá para fazer essa entrega. E essa entrega é feita em dois periodos distintos, um no final da mahnã e outro no final da prova. Acho que devia ser só no final da prova.
E a diminuição dos inscritos nos iniciantes e grau 1, menos 40% ?
Noventa inscritos, começamos ás 9:30 e acabamos ás 17:42. E se fossem 130?
Por mim em dias em que tiverem de competir todas as categorias ainda acho o modelo que se usava o melhor , começando ou acabando com os jumpings, nunca no meio das provas, mas continuo a achar que a CBA deverá ter dois modelos e ir marcando as provas em função do local, numero de etapas, condições climatéricas etc, de maneira a ir agradando ao maior numero possível de competidores e auxiliares.
Graças a Deus que Julho não terá agility, FÉRIAS PRECISAM-SE.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

CONTAGEM DECRESCENTE

Em um mês e meio mais ou menos teremos:
Finais da Copa Paulista de Agility
Final do Campeonato Brasileiro de Agility
Selectivas
Curso de àrbitros
Banca de Árbitros.
Como de costume estarei, se Deus quiser, em todas essas actividades.Curso para preparar,provas da banca para preparar.Dan e Eugénio e eu. Um bom trio, que se gosta , que se entende e se respeita.Uma boa comissão de arbitragem sempre pronta a ajudar os mais novos.Ernesto estará lá também a ajudar na parte informática e por certo o nosso coordenador Henrique também vai dar uma força.
25 inscritos com muita gente jovem e outros menos jovens mas que vínhamos á muito a incentivar a sua participação.Muita gente mas acho que tudo está a ser preparado para ser um sucesso.Banca de árbitros, essas deixam sempre algum amargo de boca,pois há sempre alguém em quem apostávamos que não vai tão bem como gostaríamos, mas espero que desta vez seja diferente.
Os campeonatos, julgamentos, mais uma vez nas finais estarei junto dos melhores árbitros para ajudar em bons espetaculos. Quem vai levar? Quem vai para o mundial? E as selectivas? quem vai ser corajoso?
Vai ser muita emoção por certo e nós vamos fazer mais uma vez parte dela.
É o agility Brasileiro a ferver, a mostrar mais uma vez a sua grandeza competitiva e organizativa. 2018?? ...não falta assim tanto.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

QUASE UM ANO DEPOIS....

Em 27 de Maio de 2009 falei aqui no meu blog de zonas de aproximação, refugo, inversão do sentido de corrida etc.Bem ilustrado com figurinhas e a côres não teve na altura a discussão que eu achava que iria têr. Apenas uma pessoa, Aurélio também ele juiz, se dignou colocar um questão.
Um ano depois e ainda vemos decisões dos juizes serem postas em causa por desconhecimento das regras.
Por isso pergunto-me se ás vezes não estou a pregar para os peixinhos.

sexta-feira, 30 de abril de 2010

11000 Visitas

Passei a barreira dos 10000 e nem dei conta e apenas hoje reparei que já passou de 11000 visitas ao meu blog.Muito obrigado a todos que o visitam e sintam-se sempre bem vindos.A minha proposta principal sempre foi e continuará a ser falar sobre as regras do agility tentando colmatar um pouco a falta de divulgação das mesmas.Já que a minha proposta de se fazer divulgação das mesmas em cada escola nunca foi ouvida, ao menos quem quiser vai tendo aqui um meio de se informar.Também factos curiosos ligados ao agility e minhas experiências e viagens com o agility são aqui relatadas com o intuito de mostrar que o agility é mais do que uma competição.Pena que por vezes assuntos importantes quase não tenham a opinião de ninguém.
Facto curioso, o dia em que o blog teve mais acessos, eu não publiquei nada, mas estava a rolar uns habituais stress em outros blogs e fórum.Talvez á espera da minha opinião ela não apareceu.Já aprendi a minha lição.
Na primeira toda a gente cai na segunda cai quem quer.

mais uma vez obrigado pela vossa companhia.

Abraço

quarta-feira, 28 de abril de 2010

A MESA


Foto by Marta Pires

A grande maioria dos competidores não sabe as regras do agility.Ou antes sabem o BÊ,Á BÁ básico e pronto.Por muito tempo se falou da necessidade de cada escola marcar um dia para falar de regras com os seus alunos e não só, porque não acompanhantes habituais, de modo a não se assistir por vezes a cenas no mínimo lamentáveis. Nunca ninguém se mostrou interessado, falar de regra não é interessante, outras coisas talvez..Pois bem mais uma vez isso ficou verificado no agility 1 do Eugénio em relação á mesa. A mesa tem quatro lados chamados de A,B,C e D. Lado A é o lado virado no sentido da prova e é lá que é assinalado o numero do obstáculo, B e C são as duas laterais e D o lado oposto ao sentido da prova. Na imagem acima o lado A encontra-se virado para a secretaria e a Sarita está virada para o lado D, sendo que o Eugénio a a Maria Helena estão nos lados B e C.Ora diz a regra que o cão pode abordar a mesa pelos lados A,B e C se o fizer pelo lado D terá um refugo, mas poderá continuar na mesa esperando a contagem do árbitro( não tem de descer e entrar pelo lado correto ).Se o cão abandonar a mesa antes da contagem final dos 5 segundos, será marcada uma falta, cada vez que isso acontecer o cão pode subir novamente por qualquer dos lados incluindo o lado D.Acontece que quase todos os condutores que o cão abandonou a mesa antes da ordem do juiz, traziam o seu cão a um dos lados A,B,e C sendo que quase todos tinham saido pelo lado D e portanto apenas teriam de o fazer subir novamente.Perda de tempo e clara amostragem de desconhecimento da regra.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

284 Fotos e Gostei mesmo é desta.



Duzentas e oitenta e quatro foi o numero de fotos que tiramos, eu e a Marta por causa do curso de árbitros e não só, durante o fim de semana.Na grande maioria bonitas e de grande utilidade.Esta eu pedi especialmente. Pódio dos melhores da raça do iniciante.A essência do agility em uma foto.

FIM DE SEMANA

Ainda ontem a noite dei comigo a pensar o que tinha sido o meu fim de semana.Achei-o tão interessante que resolvi colocá-lo aqui para mais tarde recordar.Por certo outras pessaoas tiveram igual ou semelhante mas este foi o meu.

Sábado dia 24 de Abril , acordei ás 6:45 ( para trabalhar acordo ás 8:00)
7:30 viagem para o CTA 78 Km
Prova de agility
Saí do CTA ás 19:20 , viagem 78 km
Cheguei a casa ás 8:40
Jantei e dormi
Domingo dia 25 de Abril, acordei ás 6:45 ( novamente
7:30 viagem para o CTA 78 Km
Prova de agility
Saí do CTA ás 18:10 , viagem 78 km
Cheguei a casa ás 19:25
Jantei e adormeci em frente ao televisor.
Não competi , nem fui juiz.Apenas para mal dos meus pecados faço parte da secretaria de provas.Passei dois dias a almoçar lanche ( bom por sinal ).Como me lembrei do Savério a velejar na baia de Guanabara.Devo é ser louco.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

AMÉRICAS & CARIBE DE DOIS EM DOIS ANOS

Pois é para já é inevitável.O Américas & Caribe organizado com a dignidade que merece é um evento caro e sponsors não é coisa que abunde nos dias de hoje.Teremos Colômbia 2011, que promete um grande evento e depois será 2013.Onde? Talvez Argentina porque hoje apenas quatro países se perfilam para organizar bem um A & C. Argentina, Brasil,Chile e Colômbia.Outros países como Guatemala, México também o podem fazer mas com o alheamento dos últimos anos dos Mexicanos em relação ao A & C parece-me difícil. A realidade da Guatemala não conheço. Tem gente muito interessada no agility, Juan um forte abraço, mas desconheço a estrutura do mesmo.Ora com quatro países, organizar anualmente um bom evento não é fácil.Claro que o que se passa no A & C também em parte se passa com o mundial e Europeon Open,a repitição de paises a organizar mostra isso, mas aí as realidades e distâncias são muito diferentes.Claro que visto daqui e para que se moraliza-se cada vez mais o A & C, o mundial devia também ser de dois em dois anos e no ano não realizava-se o A & C e o Europeon Open, e outros , camp asiático, africano etc, com classificação directa para o mundial.Mas isso é um sonho muito distante.A realidade é o mundial e Europeon open realizados anualmente e se tudo correr bem e houver mundial em 2013 na África do Sul quem sabe o Brasil poderá sediar o de 2018.Sonho ? Realidade? tanta coisa está em jogo numa decisão destas de sair com o mundial da Europa que só vendo para crer.
Voltando ao A & C na situação actual de interesse apenas de alguns países da América do Sul, parece-me uma decisão acertada.E como motivar os países da América central e América do Norte a participar, México,Estados Unidos e Canadá?Só com organizações fortes e regulamentos não motáveis em função de numero de inscritos.Esse para já está a ser o grande problema desta competição que tem tudo para dar certo, mas que ainda não é uma realidade.
Para já que viva a Colômbia 2011.

CURSO,BANCA, NOVOS ÁRBITROS



A CBA e a sua comissão de arbitragem, da qual faço parte juntamente com o Dan e o Eugénio, vai realizar mais um curso/banca de árbitros de agility.Dividido em dois fins de semana dias 15 e 16 de Maio será ministrado o curso e dias 12 e 13 de Junho terá lugar a banca ou provas examinatórias.Preparar um curso destes nunca é igual ao anterior porque entre um e outro sempre acontecem coisas no agility que por vezes se julga nunca acontecer.É esse imprevisto que torna esta atividade tão gratificante.Já passamos das 16 inscrições o que nos leva a supôr que o numero final vai ser bastante grande.Como se diz que uma imagem vale mais que mil palavras a recolha de imagens dos diversos obstaculos e situações já começou.Se alguém tem " aquela" foto ou video, pode enviar para mim : arturlpires@uol.com.br.
Desde já obrigado.

terça-feira, 20 de abril de 2010

VIAGENS

Por muito que a gente viaje, antes de cada uma delas sempre fica alguma inquietação e então se for de avião um friosinho na barriga todos sentimos. Particularmente gosto muito de viajar de avião, dos aeroportos, daquela burocracia, passa no dtetor , apita volta para trás , tira sapato , tira cinto, mostra computador, tudo acaba por fazer parte de qualquer viagem de avião e quando entramos na aeronave logo olhamos em redor para ver os nossos companheiros de viagem.Desta vez na volta do Uruguai, eu marquei o assento pela internet e era dos poucos disponíveis vá lá saber o porquê porque era uma janela 4F, na frente e do lado que eu queria , lado direito do avião.Avião este que tinha duas fileiras de dois lugares, janela e corredor.Quando cheguei deparei sentada na cadeira do corredor ao lado da minha uma senhora toda vestida de branco, senhora de aí uns 70 anos de idade.Logo foi perguntando se eu era Brasileiro de onde era para onde ia enfim vinte minutos do mais puro interrogatório.De repente o comandante dá as boas vindas da praxe e informa que iremos decolar dentro de dez minutos.Pois bem a senhora puxou uma maleta debaixo do seu assento e começou a tirar um razoável numero de pulseirinhas, terços imagens de santos ao mesmo tempo que ia orando se benzendo e colocando nos pulsos e pescoço e as imagens em um bolso junto ao peito.Abriu um livro , leu algo que não entendi benzeu-se e preparou-se para a viagem.
Não ouvi mais a sua voz até chegar a São Paulo e desejar-lhe continuação de boa viagem, seguia para a Bolívia, mas uma coisa é certa pensei para comigo se acontecer algo de anormal vou agarrar-me ao braço da senhora. Quem sabe ela tivesse rezado pelos dois.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

VOLTAMOS AO NOSSO AGILITY

Próximo fim de semana com etapa dupla do Campeonato Brasileiro, 5ª e 6ª Etapas o que quer dizer que iniciamos a segunda metade do campeonato e consequentemente onde cada vez menos há espaço para recuperações.Espero que sejam muitos os inscritos que serão arbitrados por oito árbitros.Pelo leque em presença iremos ter pistas bem espetaculares pois todos são adeptos de pistas abertas e fluídas.Bons espectáculos e boas lutas em perspectiva.
Também abriu a inscrição para nova banca de juízes e pelo começo parece-me que vai ser muito concorrida.Pela nossa parte comissão de arbitragem e árbitros convidados por certo tudo iremos fazer para que se formem mais bons árbitros.Por falar em bons árbitros os formados na ultima banca não desiludiram, e hoje já são uma realidade.O agility Brasileiro precisa de muitos e bons árbitros.
Mudando de assunto hoje li um post em um blog que tinha como titulo falando do Américas e Caribe : " Falta individualidade no colectivo ? " o pensamento resumia :e sobra colectivo quando a individualidade é um pouco questionável?
Será?

sábado, 17 de abril de 2010

FIM DE SEMANA


Foto extraida do livro - Faults and Foibles de James Liddle

Pois é!Sábado fim de semana e sem agility, que bom mas para a semana lá estamos.
Esta semana li imenso sobre o A & C e vi alguns filmes e no final sobrou um sorriso amargo nos lábios sabe-se lá porquê.Bom mas sobre isso não vou escrever nada.Não que não tivesse vontade mas não vou escrever.
Apenas parabéns a todos pelos resultados obtidos.
Por isso para adocicar a boca nada melhor do que mais um pouco de humor.
Passem um bom fim de semana.

quinta-feira, 15 de abril de 2010

HAPPY DREAM


Foto extraida do livro - Faults and Foibles - de James Liddle

Quem de nós nunca teve curiosidade de saber o que os cães pensam sobre o agilit? Pois bem este autor tem dois livros sensacionais sobre esse tema , o agility visto pelos cães.É um autor americano e no Uruguai a Adriana e Elena me ofereceram estes dois livros.Simplesmente fantásticos e claro com muito humor.
Na foto os sonhos de um cão.
Obrigado Adrian e Elena

quarta-feira, 14 de abril de 2010

URUGUAI - AGILITY

Sexta feira dia 9 de Abril, véspera da viagem para o Uruguai , recebo uma chamada telefónica da CBKC, informando-me de que a prova do dia 11 seria homologada.Fiquei contente porque era uma das aspirações da Adriana. para os menos atentos a Adriana é aquela "menina" uruguaia de cabelo ruivo que de vez em quando compete nas nossas provas com um Border Uno.Essa menina para além de precisar de que o dia tenha 48 horas é movida a pilhas duracel pois nunca pára.Professora universitária de matemática, assim como sua irmã,ainda arranjam um tempinho para o agility.Ela e a irmã Elena, mordidas pelo bicho do agility, são entusiastas da modalidade e tudo fazem para que ela cresça no Uruguai.Conseguiram que algumas pessoas voltassem a competir depois de longas paragens e organizaram todo o fim de semana.Encontrei algumas pessoas já conhecidas, Cathy, Marcos,quase não reconhecia o Alvaro ( estrela de cinema não é meninas ?)pois estava de barba no primeiro dia, agora novo prsidente do Club de Agility do Uruguai,força Alvaro, Analia, Carolina e claro a Lucrécia que haviam estado no A & C do Brasil, acho que não me enganei no nome de ninguém. Dos outros e outras agiliteiras que eu ainda não conhecia, começo pela Gabriela uma Brasileira, Catarinense de 16 anos que adora o agility e que por certo vai fazer sucesso por lá,o Dario,O Sr Mário, que figura, e todos que não consegui fixar os nomes.Uns vinte no máximo.Que falar do agility Uruguaio.Adoro ir ás origens do agility, aquele agility onde o resultado é talvez a coisa menos importante.Mais uma vez isso aconteceu comigo. Vêr toda a gente a ajudar a transportar os obstaculos, na montagem da pista, a apanhar as barras.Se tem bons condutores , claro que tem se tem bons cães também, se são poucos esses bons capazes de competir em qualquer competição internacional, claro que sim, mas que importa isso agora.Importa que me prometeram, Cathy vou cobrar, que vão fazer muitas coisas juntos ,demonstrações, treinos, independente de ser este ou aquele clube a organizar e daqui a alguns anos eu vou dizer, que estive no inicio deste agility, não inicio de actividade mas de compromisso de UNIÃO INDESPENSAVEL PARA SE CONSEGUIR RESULTADOS.Foi esse o discurso do jantar no domingo onde me despedi de quase todos e onde mais uma vez me apercebi do quanto sou privilegiado pelo meu amor ao agility, ele me retribui com conhecer lindos lugares e pessoas maravilhosas.O Sr Mário é um dos entusiastas do agility.Sua esposa compete mas ele penso que não,Um senhor com uma "barriguinha" muito respeitável me deu as boas vindas no domingo, sábado ele não foi, da seguinte maneira.
Boa tarde meu nome é Mário e sou o melhor agiliteiro do Uruguai.
Eu retribui muito boa tarde sou Artur Pires, que bom que o Sr veio.
Pois é mas hoje apenas venho para tirar umas fotos, não podia deixar de vir prestigiar o Sr e hoje apenas vou tirar fotos.
Eu agradeci.
Mas disse ele não há-de faltar oportunidade de o Sr me vêr e até lá não esqueça o meu nome, sou Mário o melhor agiliteiro do Uruguai.
Palavras para quê. AGILITY IS FUN.
Obrigado Adriana e Elena pelo convite, hospedagem e todo o acompanhamento e obrigado a todos os agiliteiro e agiliteiras que estiveram presentes no fim de semana.
Um grande beijo para todos

URUGUAI



Vou começar talvez pelo fim na prespetiva de quem lê o meu blog que por certo quer saber o nível do agility do Uruguai.Então vou falar de outras coisas primeiro.Montevideu é uma linda, muito bem ordenada geograficamente.Cidade limpa, embora a Adriana diga , mais ou menos, com muitos espaços verdes bem cuidados, sem pichagens, com os monumentos e edifícios históricos e culturais muito bem preservados.Cidade onde as pessoas parecem ter sempre um sorriso na cara.A sua marginal do Rio del plata ou como prefiro chamar do mar del plata é muito linda.Muitos locais para praticar desporto.Vi muita gente passeando os seus cães e não me recordo de ter visto uma única pessoa sem o respectivo saco plástico na mão para apanhar os dejectos do seu animal.Logicamente não vi sujeira dos animais no chão.
Foi pouco tempo mas gostei imenso do que vi.Se Deus quiser voltarei lá um dia com mais tempo para apreciar ainda mais esta bonita cidade.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

ESTUDANDO UMA TRAJECTÓRIA



Uma pista tem de ser bem estudada no reconhecimento, vendo trajectórias ideais, onde o cachorro vai cair depois de um salto etc.Já vimos até algumas pistas feitas pelo cachorro com uma camera no pescoço ou cabeça para se ter uma ideia do que o cachorro vê durante uma pista.
Estes dois foram mais longe e se puseram ao nível da visão do cachorro para poderem ver exactamente o mesmo que o cachorro. Assim se reconhece bem uma pista.Com todos os pormenores.Abraço a ambos.

FALTA?????DUVIDA CRUEL



E agora ficou mais fácil.Por certo alguns de vocês já tinham ampliado a imagem para vêr.Claramente nem uma unha pisa a zona de contacto, mas sim encosta na lateral que obviamente não faz parte da zona de contacto.Ela apenas está pintada da mesma côr da zona para auxiliar o juiz.Logo falta.
Como diz uma amigo a regra é clara e zona tem 90 x 30.
Mas que é dificil de marcar ou não marcar isso é.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

FALTA ?????? DUVIDA CRUEL



Nos regulaemntos diz que a zona de contacto de uma passarela tem 90 cm X 30 cm de largura.Será que na foto acima o cão tocou a zona ou não?Se tocou foi neste instante.Qual a vossa opinião?

COMUNICADO DA FCI

CAMPEONATOS MUNDIAL Y DE SECCION DE LA FCI :
PARTICIPACIÓN DE PERROS INSCRITOS EN REGISTROS INICIALES
Con motivo de su reunión a finales de febrero de 2010 en Madrid el Comité General de la FCI,
decidió aplicar, con efecto inmediato, la provisión siguiente sobre la participación en los
Campeonatos Mundiales o de Sección de la FCI (con otorgamiento de un título de la FCI).
Dichos campeonatos son: Agility, Obedience, Perros de utilidad, Sabuesos, Perros de muestra
continentales y británicos, Perros de madriguera, Perros de rescate, Perros de trineo, Perros de
rebaño, Galgos, Cobradores así como Spaniels.
Sólo los perros inscritos en los libros de orígenes o los registros iniciales de una organización
miembro o socio contratante de la FCI así como los perros inscritos en el libro de orígenes o el
registro inicial de una organización que no sea miembro de la FCI pero con la cual existe un acuerdo
de reconocimiento mutual de los libros (AKC, KC, CKC) pueden competir.
En pocas palabras los perros inscritos en registros iniciales pueden, a partir de ahora, tomar parte en
los campeonatos mundiales y de sección.
Se actualizarán y se publicarán los reglamentos próximamente.
The Executive Director
Le Directeur Exécutif
Der Exekutiv Direktor
El Director Ejecutivo
Y. De Clercq

quarta-feira, 7 de abril de 2010

AMÉRICAS & CARIBE - VENCEDORES?

O Américas & Caribe é talvez a competição mais dificil de encontrar um estratégia lógica que leve a vencedor, pelo menos para as duplas Brasileiras.Naturais favoritas a vitórias no A & C, fazem parte de um agility, o Brasileiro, tido nos meios internacionais o mais poderoso das Américas.Muitas das vezes os juizes convidados para este evento tendem a tentar nivelar um pouco as forças em presença quer no aspecto de dificuldade das pistas como também de velocidades dadas para as mesmas.
Todo o juiz quer um bom espectaculo, com o menos de eliminações possiveis e por isso essa tendência. Só que ela nivela por baixo ou seja uma falta ( 5 pontos ) tem um peso enorme, dificilemnte recuperáveis pelo factor tempo da pista e daí as melhores duplas por vezes não poderem arriscar muito.Este ano estou com alguma curiosidade sobre o colega Crota Alen Marekovic, defensor de dificuldade e angulações "fortes" nos mundiais, suas pistas demonstram exatamente esse pensamento.Será que ele vai manter o estilo no A & C ? Para os Brasileiros seria bom que sim pois duplas mais técnicas, com certeza veriam suas chances de vitórias aumentadas mas sinceramente acho que vai aparecer algo um pouco mais light.
Se assim fôr só resta ás nossas duplas participarem na primeira pista e competirem na segunda, ou seja nada se ganha na primera pista mas tudo se pode perder.Então uma primeira participação mais cuidada e depois o tudo ou nada na segunda pista dos combinados poderá muito bem ser a estratégia ideal que no passado já deu alguns frutos.
Boa sorte a todos em especial ao Tiago.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

URUGUAI

Se Deus quiser estarei no Uruguai nos dias 10 e 11 de Abril a fazer o que tanto gosto,colaborar com o agility.Desta vez não será nenhum curso de arbitragem nem tão pouco prova de qualquer campeonato,mas sim duas provas não oficiais cujo objectivo principal é atrair pessoas para o agility.Para muitos pode soar um pouco estranho, um juiz ser convidado para estar em outro país tentando colaborar no desenvolvimento do desporto.Para mim é uma honra muito grande e espero que essa minha estadia e colaboração possa deixar sementes muito boas no agility do Uruguai.
Claro que a minha função será o arbitrar as provas, open 1 e 2 e iniciantes, mas tenho plena consciência que quanto melhores forem as minhas pistas e julgamentos, melhores serão as provas e consequentemente mais fácil será que mais pessoas se sintam atraídas pelo agility.Foi assim comigo á dez anos atrás, como espectador fui cativado por um desporto e por um juiz agora no papel de juiz, possa eu fazer o mesmo,cativar pessoas para o agility.Ainda á uns dias atrás falei disso aqui e agora veio este convite.
Como a realidade do nosso dia a dia por vezes se cruza com realidades passadas.

terça-feira, 30 de março de 2010

RIO DE JANEIRO - Parte 2



Esta era a vista da varanda da residência onde fiquei hospedado no Rio.Residência do casal Antonella e Savério que muito amavelmente me receberam e ainda me presentearam com um passeio de barco na baía de Guanabara.Logo eu que adoro barco.À noite teve um jantar de amigos do agility com o casal Conny e Hermann já como meia despedida.Muita conversa, claro com o agility a ser um dos temas principais.No domingo tínhamos a prova e pela primeira vez conheci as instalações da Brigada Veneno.è um local rodeado de verde com muita estrutura de apoio e uma pista em grama natural com as medidas oficiais.Gostei muito das instalações. Chegados lá é servido um café da manhã comunitário, cada um leva algo e quem vai chegando vai tomando parte desse café da manhã.Simplesmente delicioso.As provas. Tínhamos falado na véspera sobre vários factores para o Rio não conseguir aumentar o numero de competidores e isso é uma verdade mas dos actuais tem muita gente nova e com alguns cães muito interessantes.De todos meu destaque,vai para a nova dupla Antonella e Tabaco um papillon de um ano e meio mas já cheio de gaz. Está ainda no iniciante, aliás foi a sua primeira prova, mas podem fixar esse nome.Outros também já nosso conhecidos mostram melhoras significativas no entrosamento com os seus donos. Fica claro assim que embora poucos o trabalho das duplas está a ser bem feito.
Uma nota dez para o ambiente em toda a prova.
Monique e Giovanni obrigado pelo convite, Antonella e Savério obrigado por me receberem e a todos os competidores pela atenção e carinho que me dispensaram.
Abraço

sexta-feira, 26 de março de 2010

AMÉRICAS & CARIBE 2010

A quinze dias do evento, fica cada vez mais claro o numero real de participantes, nomeadamente do Brasil. Esse numero irá ser bem diminuto em relação ao inicialmente previsto.Motivos são vários mas alguns são previsíveis quando há alterações de ultima hora da data do evento.
Um evento como o Américas & Caribe, ou um Europeu ou um mundial, começam sempre a uma quinta feira e vão até ao domingo á noite.Assim uma viagem mínima teria de contemplar a ida no minimo na quarta feira e regresso na segunda feira. Isso prende desde logo com dispensas de trabalho, aulas,compromissos etc.Logicamente que a maioria aproveita sempre para umas mini férias e então o tempo de viagem é alargado para oito ou mais dias. Mete-se uns dias de férias no trabalho ou vê-se a melhor maneira de faltar ás aulas, remanejar compromissos e vamos que vamos.O pior de tudo é que a data foi mudada com muito pouco tempo de antecedência e para uma data muito próxima.Não por culpa de ninguém mas infelizmente aconteceu.Ora pensando no evento e na possibilidade de o maior numero de pessoas estarem presentes, a remarcação para uma data tão próxima veio trazer muitos problemas para quem já tinha tudo marcado, viagens , férias, adiar de compromissos e tornou para muitos casos, impossível remarcar tudo isso.Em minha opinião e se fosse possível, esta nova data deveria ter sido remarcada mais uns meses para a frente, talvez Novembro ou Dezembro e assim dar hipóteses de toda uma reprogramação para quem queria estar presente.Claro que é muito fácil eu estar aqui a escrever estas linhas sem conhecer da realidade logística do evento, mas se tivesse sido possível...
Resta desejar sorte a todos, organizadores e participantes e que mais uma vez seja uma festa do agility das américas.

quarta-feira, 24 de março de 2010

RIO DE JANEIRO -


Foto by Fabiano
Este fim de semana estarei, se Deus quiser, a julgar no Rio de Janeiro na 7ª Etapa do campeonato carioca de Agility, a amável convite da Brigada Veneno,Monique e Giovani.É sempre um prazer enorme ir ao Rio julgar e dar força para que esse maravilhoso desporto possa crescer cada vez mais.Se a memória não me falha á uns dois anos que não julgo lá e por isso rever algumas pessoas não assíduas a provas em São Paulo vai ser muito agradável.Desta vez tem um significado especial. Irei julgar com a colega Cony Patzig naquela que será a sua despedida do agility Carioca e Brasileiro.
Á uns anos atrás, talvez quatro não tenho a certeza, de repente apareceu um pedido lá de Belo Horizonte de inscrição de uma dupla Suíça, Cony com Boris um SRD.Com alguma curiosidade vimos chegar a dupla ás primeiras provas,figura franzina , tímida mas muito amável.O Boris , bom o Boris era um SRD bem constituído com muita disposição para o agility que impressionava pelo salto alto que fazia, colocando as suas orelhas ao vento. Ficou o Borrris, pronuncia da Cony.Jamais a dupla deixou de frequentar as provas de agility, tendo inclusive o Borris sido conduzido em algumas provas pelo seu marido Herman. Tendo mudado para o Rio de Janeiro para além de continuar a competir, agora com uma border, e ajudar na organização das provas tornou-se árbitra de agility.Desde logo, pelo curso e por todas as informações recolhidas nos disseram que iríamos estar perante uma boa juiza o que se veio a confirmar pelas suas actuações no Rio e em São Paulo.Agora ela e seu marido regressam á europa,que agora com a comunidade europeia pouco interessa a que país eles retornam já que possuem nacionalidades diferentes.O agility carioca e Brasileiro agradecem-lhe e estão reconhecidos pela sua colaboração e nós vamos ter o prazer de estar com ela nessa ultima actuação em solo Brasileiro.
Que sejam felizes Conny e Herman e até qualquer dia em qualquer parte do mundo, quem sabe em uma prova de agility.
PS - Desculpem a foto mas foi a única que encontramos.

segunda-feira, 22 de março de 2010

FLECHADA NA GANGORRA


Foto by Miguel
Não é tão raro quanto algumas pessoas pensam a gangora partir exetamente ali naquele ponto central.No Américas & Caribe no México no primeiro dia de competição tiveram de ir as duas (2) gangorras disponíveis para soldar.No caso da 7ª Etapa da Copa Paulista, realizada este fim de semana, não havia nenhuma para substituir.Então como fazer?Primeiro o regulamento da FCI é omisso em determinar com clareza o que fazer num caso destes.No entanto ele deixa claro que a pista terá de ser igual para todos os concorrentes que competem naquela categoria e deixa para o juiz os casos omissos, sendo que ele julgará esses casos omissos dentro do principio da equidade para todos os concorrentes.Perante isto e na falta de uma gangorra para substituir a que partiu o juiz deveria ter colocado ou não um outro obstáculo no lugar, medir novamente a pista, abrir novo reconhecimento e passarem de novo todos os competidores que já haviam efectuado a pista anteriormente ao sucedido.Como faltavam apenas competir duas duplas, optou o juiz e a comissão de arbitragem de acordo com os chefes de equipa, trocar a gangorra por um túnel e fazer passar as duas duplas restantes.Não tendo sido uma atitude " respaldada " no regulamento foi pelo menos de consenso.Pela hora já avançada da competição aceita-se,mas fica aqui o alerta que em competição " mais séria " pelo certo ela dificilmente será novamente aplicada.
Quanto á prova ter seguido só com dois obstaculos de contacto a regra é clara nesse aspecto e nada foi irregular.Para uma prova ser considerada de aility terá de conter pelo menos um obstaculo de contacto, senão seria um jumping, e para o grau 1 terá no máximo três e nos graus 2 e 3 no máximo quatro.

quinta-feira, 18 de março de 2010

AMIGOS - RESPONSÁVEL NUMERO UM



JOSEP BOIZ BALAGUER - Juiz Internacional de Espanha de Agility

Seu nome dispensa apresentações.Dos poucos juízes mundiais com um mundial no seu curriculum, Balaguer como eu sempre gostei de o tratar, alia o saber com o saber estar.Tudo começou em 2000 quando em uma exposição de beleza eu resolvi ver aquela agitação em um canto com uns cães a fazerem umas " habilidades ". Era uma prova de agility, no Porto. Sentei-me a ver e fiquei até ao final. Gostei imenso das habilidades apresentadas por cada dupla. Na altura nada sabia sobre agility, mas o que mais me chamou á atenção foi aquele senhor engravatado lá no meio da pista.A maneira serena, tranquila, sempre aplaudindo as duplas no final e até ajudando quando algo corria mal me despertaram uma curiosidade. Quem é aquele senhor e qual a função dele.No final perguntei o que era aquela prova e foi-me explicado, se não me engano pelo Filipe Vilhena , que na altura também não conhecia, tratar-se do agility e que aquele senhor era o juiz, juiz Espanhol convidado para julgar aquela prova.
A partir daí acompanhei várias provas de agility e ficou clara para mim que quando tivesse um clube e organiza-se uma prova convidaria aquele juiz. Assim foi.A partir daí ficou uma amizade, familiar até, que apenas a distância hoje existente não deixa que ela continue como no passado.
Josep Boix balguer o juiz que desenha as suas pistas no trajecto de trem entre Maresme e Barcelona. Será que ainda é assim?
Grande abraço Balaguer e para toda a familia Neus, Ester e Jordi

segunda-feira, 15 de março de 2010

O AGILITY FAZ BONS AMIGOS


Foto By Marta Pires
Em 2002 o juiz internacional Espanhol Josep Boix Balaguer, ofereceu-me um exemplar do seu livro sobre agility e nele escreveu uma dedicatória.
" ADEMÁS LO AGILITY HACE BUENOS AMIGOS "
Que saudades da familia Balaguer.
O Agility já me deu muitos amigos, e alguns inimigos, mas hoje é dos amigos que estou a falar.Ontem reuniu-se um grupo de amigos na casa do Luis e da Majô.Em comum todos pertencem ao agility de uma forma ou de outra, nem que seja só por via familiar.Foi um dia petacular como diz o Dan e que deixou todos com ar de quero mais.
Foram muitas as converas, brincadeiras e acreditem se quiserem só mesmo um pouquinho sobre agilit.Esses convívios são óptimos pois ajuda-nos a conhecermo-nos melhor.
Muito obrigado ao casal Luis/Majô que nos proporcionaram este dia tão agradável.
na Foto o mais novo elemento da nossa secretaria, Welington,já fazia o sinal positivo antes mesmo de lêr este artigo.
O AGILITY FAZ BONS AMIGOS.

quinta-feira, 11 de março de 2010

REGRAS E SUA INTERPRETAÇÃO



André - reik - Vivy e Meg
Foto Vivian Razel e Marta PIres

O Regulamento antigo da FCI dizia o seguinte:
"Condutor que toque deliberadamente um obstáculo, será penalizado com 1 falta em cada vez que isso aconteça.
Condutor que transpõe ele próprio um obstáculo - Eliminado
O Regulamento actual diz o seguinte:
"Condutor que toque deliberadamente em um obstáculo, 1 falta de cada vez que isso acontecer.
Condutor que invada ou destrua um obstáculo, será penalizado com a desclassificação.
A cena da foto aconteceu comigo a julgar a categoria iniciante. Eu vi o André a tentar fazer um pivot mas não consegui ver se quando ele bateu no obstáculo o cão já tinha transposto ele o obstáculo ou não. Pareceu-me que não mas...Pela foto vê-se que foi praticamente simultâneo.
Bom vamos então por partes. O André ao fazer o pivot toca o obstáculo e derrubou-o.
Pela regra antiga toque involuntário, o condutor não teve a intenção de fazer aquilo, falta, o cão já o havia executado, poderia ser muito bem a interpretação. Mas o André fez isso tudo invadindo o obstáculo logo eliminação.
Pela regra nova eliminação directa sem qualquer duvida.O novo regulamento está mais explicito.
Toque do condutor e invasão são coisas diferentes.Ao tocar um obstaculo o condutor pode não estar a invadi-lo.Exemplo toque da mão em uma das laterais ao fazer o movimento indicativo ao cão.Pisar com um pé uma zona de contacto é considerada invasão.Saltar por cima de uma barra, pano da casa,uma zona ou passar por entre o slalom é invasão.Sempre a interpretação da acção é importante. Por exemplo.
Um condutor ao indicar ao cão para fazer uma zona toca no obstáculo.Eu interpreto como invasão e não toque involuntário.Na foto da Vivy com a Meg , se ampliada pode ver-se que ela não chega a tocar no obstáculo, mas se tivesse tocado..
Bom sei que ainda irão restar muitas duvidas e vamos deixar mais explicações para eventuais perguntas.
Vida difícil a de juiz.

segunda-feira, 8 de março de 2010

ENCONTROS E DESENCONTROS DO AGILITY



No agility uns entram outros saem , dão um tempo voltam, quem veio já foi e quem foi já voltou. Este fim de semana comentavamos o cansaço natural de ano após ano a ir nas prvas de agility. Todos se sentem cansados. Claro que estou a falar da turma da secretaria.Já nem as piadas do Augusto nos ajudam embora nos façam rir e muito.Mas lá continuamos por falta de opção. Por mim gostava mais de poder estar na conversa com os meus amigos e tirar algumas fotos do que ter a responsabilidade da secretaria.O mesmo pensam os meus colegas "missionários' Cibele , Zé, Augusto e porque não os mais novos a turminha dos cronometros, filé de borboleta, Otavio, Gustavo,e Adalberto ( japa ). Agora temos uma ajudante a dona "MIRNA", esposa do Miguel de Sorocaba.Uns já sairam outros entraram outros voltaram.O encanto do agility é esse encontro e desencontro. Encontro com os amigos , vitórias , pódios, medalhas o vicio e o desencontro com tudo isso e com o próprio agility.
Na foto deste post a Cris que em relação ao agility já teve alguns encontros e desencontros, parece que ela o seu novo cão estão a ter um desencontro. Será?
Espero que não pois a Cris é uma pessoa maravilhosa. Encontra o teu cão Cris.

terça-feira, 2 de março de 2010

AGILITY - INVERNO


Foto by Ernesto

Agility , chuva , frio e lama não são novidade para mim, mas aqui no Brasil isso é uma raridade. Contam-se pelos dedos de uma mão as provas á chuva que já fiz aqui no Brasil.Esta semana que antecedeu a prova da Copa Paulista , São Paulo passou de 34 graus durante a semana para 19 no domingo e com muita chuva. Resultado, bom a foto diz tudo . Trata-se de um dos auxiliares de pista da equipa do Edu. Parece um cenário de guerra mas não é. É um cenário da prova de agility no domingo.
A minha homenagem a essa equipa de apoio, Edu e seus "meninos" .

DECISÃO ACERTADA

Oficialmente o Américas & Caribe - Chile 2010 foi adiado.Pouco importa para quando, mas a certeza que neste momento é muito mais importante para todos os amigos Chilenos recuperar material e espiritualmente deste acontecimento.Para quem estava a organizar o evento é á espera dele para competir por certo a decisão não foi fácil, mas foi a acertada.
Por certo o A & C vai-se realizar em data futura com o mesmo brilho com que seria realizado agora.
Força amigos Chilenos que Deus esteja convosco e com as vossas familias neste momento dificil.